Notícias » DESCASO

Alto Araguaia está tomada pelo mato, sujeira nas ruas e descaso com a limpeza, reclamam moradores

Da Redação
23 de novembro de 2017, 08h11

Muitas ruas pavimentadas estão tomadas por buracos e moradores cobram reparos

Faltam quase 30 dias para o Natal. A data é marca pela passagem e chegada de dezenas de pessoas no município de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá). Todas com o único objetivo: visitar familiares e parentes e se preparar para a reunião de final de ano. Chegando na cidade ou apenas passando, essas pessoas vão se deparar com uma cena nada agradável. Ruas e canteiro central praticamente tomados pelo mato, muita sujeira, principalmente terra, nas ruas de todos os bairros, além do descaso com a limpeza pública.

O município de Alto Araguaia é a principal porta de entrada para o Estado de Mato Grosso. Todos, inevitavelmente, passarão pela avenida ou ruas da cidade. E a imagem que levarão pode ser das piores. É o que afirmam muitos moradores, que preocupados com a situação pediram ações urgentes por parte da prefeitura, principalmente com a limpeza de ruas e recolhimento de lixo (entre os quais estão sacolas plásticas, garrafas, entre outros). Eles também cobraram a roça e limpeza do canteiro central da Avenida Carlos Hugueney (BR-364) e praças.

Em muitos bairros o mato toma conta das laterais das vias. Situação também é alvo de reclamação dos moradores

Segundo moradores, falta consciência e para piorar a situação são poucas as ações do poder público municipal para retirar das ruas a grande quantidade de lixo e terra espalhada. O grande temor é por conta do início da janela de chuvas. Os objetos podem acumular água e consequentemente contribuir para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, vetor da dengue, febre chikungunya e zika vírus.

Na Praça Coronel Ondino, área central da cidade, o chafariz não funciona mais e em toda área o mato vai tomando conta da grama. Muitos copos descartáveis e outros materiais estão jogados nos quadrantes do espaço e não se viu qualquer ação de limpeza por parte da prefeitura. Bancos quebrados e a falta de pintura completam o cenário às avessas. No canteiro central da Avenida Carlos Hugueney o mato e a pragas crescem em meio a grama, o que tem comprometido o visual da cidade.

Exemplo claro do descaso e da necessidade urgente de ações na limpeza da cidade e manutenção do canteiro central da Avenida Carlos Hugueney está logo após a ponte do Córrego Boiadeiro, na entrada de Alto Araguaia. Um pé de milho cresce vigorosamente e se desenvolve na terra acumulada na lateral via. O grão entrou para as estatísticas da perda da safra oriunda das commodities agrícolas. Se nada for feito, faltamente entrará para a estatísticas da safra de milho 2017-2018.

O pé de milho cresce bem na entrada da cidade. Para moradores, um ‘cartão postal’ às avessas

Ruas tomadas por buracos e terra

Não bastasse a situação da Avenida Carlos Hugueney, que atravessa a cidade de uma extremidade a outra, as ruas dos bairros estão tomadas por buracos e muita terra, o que prejudica o fluxo de trânsito, principalmente nas ruas pavimentadas, além de gerar prejuízos aos motoristas. As laterais das ruas também estão tomadas pelo mato, que cresce, além do acúmulo de muita terra, que contribui para o crescimento do mato nas vias. Para piorar a situação, a própria população não contribui com a limpeza das calçadas do imóvel.

A situação é ainda pior nas localidades que não contam com pavimentação asfáltica. Moradores relataram dificuldades para trafegar e até acessar as residências, fato agravado com o início das chuvas.




%d blogueiros gostam disto: