Notícias »

Horário de Verão inicia neste domingo

JOANICE DE DEUS
DIÁRIO DE CUIABÁ 17 de outubro de 2014, 15h10

A 39ª edição do Horário de Verão terá início a zero hora deste domingo (19), quando os relógios deverão ser adiantados em uma hora. A medida ficará em vigor até a zero hora do dia 22 de fevereiro de 2015, e, 10 Estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do país, além do Distrito Federal.

Este ano, o horário de verão terá 126 dias, sete a mais do que na edição passada. A intenção é aproveitar o máximo da luz do dia e o menos possível de energia elétrica para gerar economia. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME) a economia prevista nessa temporada com a medida é de R$ 278 milhões, com redução de 4,5% na demanda em todo o País no horário de maior consumo, ou 2.595 MW.

Porém, uma hora a menos no relógio, significa uma hora de sono a menos. De acordo com a especialista em Medicina do Sono, doutora Angela Beatriz Lana, o correto seria que todas as pessoas já devessem estar se preparando para essa mudança há duas semanas. “Idealmente, deveríamos trazer o nosso relógio biológico aos poucos para o novo horário, de 5 a 10 minutos diariamente”, informou por meio da assessoria de imprensa.

Porém, conforme ela, como isso não acontece, são comuns as queixas de cansaço e mau humor, relacionados ao horário de verão. “Ao adiantar uma hora em nossa rotina diária abruptamente, forçamos o nosso relógio hormonal a mudar o seu funcionamento também. Este relógio também precisa de umas duas semanas para se reorganizar”.

De acordo com Angela Beatriz, as pessoas que menos sofrem com a mudança de horário, são as que conseguem estabelecer uma rotina mais rápida de sono, alimentação e compromissos no horário novo.

Adotado todo ano desde 1985, o horário de verão passou a fazer parte da rotina dos brasileiros ano após ano. Entretanto, ainda não é unanimidade. “Eu não gosto porque a gente acaba dormindo no horário normal. Também não vejo grandes vantagens, principalmente, porque o próprio poder público não faz a sua parte. Na rua onde moro faz cinco ou seis anos que a lâmpada do poste nunca é desligada. Fica dia e noite gastando energia”, afirmou a artesã Abilene Lucena, 49 anos, que reside em Nobres (142 quilômetros, ao Médio-Norte) e ontem se encontrava na capital para tratamento médico.

Já o montador David Evangelista Gonçalves, 37 anos, acredita que a medida é boa. “É uma boa iniciativa porque causa da economia. Ano passado eu consegui diminuir o meu consumo, mas isso é de pessoa para pessoa. Eu, por exemplo, procuro deixar os aparelhos sempre desligados e consumir energia só o necessário”, afirmou.

Desde 2008, o decreto 6.558 estabelece datas fixas para o início e término do horário de verão no país. Em todos os anos a mudança no horário ocorrerá no terceiro domingo de outubro e terminará no terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, o final do horário de verão é transferido para o domingo seguinte. É o que acontece nesta 39ª edição da medida.




%d blogueiros gostam disto: