Destaque

Jayme Campos mostra seu lado vermelho, critica os grandes produtores e defende recursos para a agricultura familiar de MT

Da redação aia3 com informações do GD

O senador Jaime Campos (DEM), surpreendeu muito gente ao adotar um discurso duro com relação à taxação do agronegócio no estado de Mato Grosso, Campos afirmou que grandes produtores contribuem pagando pouco ou quase nada de impostos para economia do estado.

Com pensamento voltado para o pequeno, Campos tem defendido mais recursos para a produção da agricultura familiar, e foi desta maneira que expos ao secretário de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiário, Silvano Amaral, a necessidade de liberar um maior volume de recursos federais para a irrigação e para recuperação de áreas degradadas deste segmento em Mato Grosso.

Jayme Campos ponderou que pequenas e médias propriedade somam atualmente 4,4 milhões de unidades no Brasil. O número representa 84,4% do total dos estabelecimentos agropecuários do país. A expressividade da agricultura familiar não está presente só no contexto brasileiro. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), nove em cada dez propriedades agrícolas mundiais – 570 milhões -, são geridas por famílias, que produzem cerca de 80% dos alimentos no mundo.

Ainda de acordo com o senador Jayme Campos as estimativas apontam para mais de R$ 2,5 bilhões do FCO para Mato Grosso e que estes recursos têm que ser partilhados em iguais quotas entre os bancos oficiais e as cooperativas de crédito, para que mais pessoas possam ter acesso ao crédito e possam produzir e gerar emprego e renda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar