Notícias »

Por 21 a 8 votos, Paulo Cunha é eleito presidente do TJMT

LUCAS RODRIGUES DO MIDIAJUR
MIDIANEWS 16 de outubro de 2014, 21h10

O desembargador Paulo da Cunha foi eleito como novo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) para o biênio 2015-2016.

O magistrado recebeu 21 votos contra 8 do desembargador Carlos Alberto, na eleição ocorrida na tarde desta quinta-feira (16).

Sebastião de Moraes, que também concorria o cargo, renunciou à disputa.

Ele anunciou sua desistência momentos antes de iniciar a sessão.

Em discurso de desabafo, ele afirmou que assistiu o filme intitulado “Guerra dos Deuses”, na televisão, mas se sentia o personagem principal de outro filme: “Um estranho no Ninho”.

Após o anúncio do resultado, o desembargador Carlos Alberto desejou votos de sorte ao novo presidente eleito.

“Reafirmo que, independentemente de quem fosse o presidente, teria o meu total apoio. Eu espero que faça um mandato ainda melhor do que anterior e, se possível, faça a melhor gestão já realizada no Poder Judiciário”, disse ele.

O presidente eleito Paulo da Cunha agradeceu os votos recebidos pelos colegas, e afirmou que irá honrar a confiança depositada em seu nome.

O eleito irá substituir o atual presidente do TJ, Orlando Perri, que está no comando da instituição desde o ano passado. O mandato é de dois anos.

Vice e corregedoria

As desembargadoras Clarice Galdino e Maria Erotildes foram eleitas, respectivamente, vice-presidente e corregedora do Tribunal de Justiça.




%d blogueiros gostam disto: